Connect with us

Hi, what are you looking for?

Famosos

Thiago Gagliasso abre o jogo: “90% dos artistas da Globo são militantes de esquerda”

Thiago Gagliasso

Assumidamente apoiador do Presidente Jair Bolsonaro, Thiago Gagliasso, não tem medo de suas opiniões. De personalidade forte e questionador na maioria de suas publicações, o ator e empresário costuma ser metralhado nas redes sociais por seus ideais políticos de direita. Mas Thiago é brincalhão e se divertiu na conversa que foi até altas horas da madrugada.

+João é o novo líder do BBB21 e ganha 10 mil

Entre as polêmicas que já esteve envolvido, está uma séria briga com o irmão, o também ator Bruno Gagliasso. Mais de um ano depois da desavença, Thiago e Bruno permanecem afastados e sem qualquer tipo de relação.

Na conversa exclusiva com este colunista, o ator e empresário conta como está sua rotina de trabalho na quarentena, explica que o Jornalismo tem enfrentado uma séria crise de credibilidade, com críticas à cobertura jornalística da TV Globo. Thiago ainda opina sobre a divisão política do país, aponta pontos positivos no governo de Jair Messias Bolsonaro e afirma que enquanto ele e o Bruno Gagliasso não tiverem a mesma opinião, não existirá nenhum tipo de relação entre os dois.

+BBB21 altera dinâmica da semana; saiba o que muda!

João Biott – O Brasil e o Mundo enfrentam hoje uma das pandemias mais sérias da história da humanidade. Como você tem encarado essa nova realidade? Sua rotina mudou muito com as restrições da quarentena?

R: Com certeza! Sempre fui uma pessoa muito comunicativa, minha rotina de trabalho, tanto na Secretaria do estado, quanto na iniciativa privada (restaurante, eventos) sempre foi com reuniões ou encontros.  Estamos nos adaptando, criando projetos e fazendo as ações do restaurante na internet, criando conteúdo e se comunicando digitalmente! O que não podemos é parar as ações sociais de quem tanto precisa, estamos fazendo o possível. A ação da pizza teve uma interação muito positiva e muita gente nos ajudou!

João Biott: O Nosso Camarote se firmou mais uma vez como um grande sucesso do Carnaval e você está no projeto. Como é trabalhar no produção de um dos maiores espaços da Marquês de Sapucaí? 

Thiago Gagliasso: Faço parte da equipe, sou comissário de vendas e também dou uns pitacos nas atrações e alguns convidados vips, por ter muitos amigos no meio artístico e no futebol, tento facilitar a vida deles com a Carol Sampaio (risos)! O sucesso do camarote está gigante e essa lista cada vez mais concorrida! Fico feliz de ver essa parceria da iniciativa privada, cada vez mais investindo na nossa cultura, que é o carnaval carioca! Parabéns a todos os envolvidos, o Nosso Camarote é um case de sucesso para que mais empresas da iniciativa privada enxerguem o Carnaval carioca e o seu potencial econômico e cultural, que movimentou mais de 1 bilhão na economia do RJ este ano.

João Biott: O Jornalismo tem sustentado a TV Aberta no Brasil. Acredita que o foco no jornalismo é o futuro da TV? 

Thiago Gagliasso: Isso depende mais de como o Jornalismo será feito do que do produto Jornalismo. Acredito que o jornalismo na TV vive uma crise de credibilidade por causa das novas formas de comunicação e informação direta que trouxeram outro ponto de vista para as pessoas.  O jornalismo precisa se reinventar, se aproximar mais do povão, da classe média e entender melhor o que acontece no mundo! Os profissionais que percebem isso estão saindo na frente. Fico feliz em poder dar uma entrevista com perguntas legais, e saber que não me torno mais refém de uma edição e que pode ser desmentida a qualquer momento nas redes sociais, talvez isso não acontecesse há alguns anos!

João Biott: Como você avalia a cobertura jornalística da TV Globo sobre a pandemia do coronavírus? Acredita em um sensacionalismo da emissora? 

Globo responde à provocação de Bolsonaro e exibe 5 minutos de panelaço

Jornal Nacional é o principal noticiário da TV Globo. (Foto: Reprodução)

Thiago Gagliasso: Eu acho que a cobertura da TV Globo tem excelentes profissionais e boas matérias, infelizmente vejo um viés político muito forte contra o atual presidente que acaba polarizando ainda mais, pois quem defende não acredita mais no que sai, vira “fake news da globolixo” e quem não apoia o governo “assiste comendo pipoca”. Deixam em segundo plano as informações que são necessárias, que não ganham às principais manchetes como deveriam. Isso não é uma questão entre defender ou criticar o governo, e sim um compromisso com o seu espectador que precisa saber a realidade e pontos de vista contrários. Pensa bem, não existe uma programa de debate com especialistas em lados diferentes na Globo no horário nobre, um a favor e um contra o governo. Isso já quer dizer muita coisa para mim. Todo governo no mundo tem seus erros e seus pontos positivos também, isso não é uma exclusividade nossa, mas parece que nossa Mídia só quer mostrar um lado. Você não tem acesso a uma notícia positiva se não for buscar informações em outras fontes, infelizmente.

João Biott – Você é apontado como um dos rostos mais polêmicos da sua geração. Alguns dos seus comentários políticos nas redes sociais, geram muita polêmica e comentários. Muita gente concorda com você, mas outra grande parte discorda. Você acredita que essa divisão política do Brasil tem atrapalhado a resolução do problema coronavírus? 

Thiago Gagliasso:  O problema de você ter uma opinião contrária a um grupo de artistas conhecidos, não digo a classe inteira porque muito me apoiam ou não me julgam por pensar diferente, apesar de não se exporem. Tenho amigos que se calam sobre política nos corredores dos Estúdios Globo, porque grandes artistas medalhões vão gravar de camiseta vermelha, sim isso existe e 90% dos artistas da globo são militantes de esquerda. Ter opinião contrária a isso, te torna polêmico. Infelizmente essa polarização atrapalha e muito o cenário político e os debates, se você pensa de um jeito você dialoga para pessoas que querem te ouvir e pensam. Como você, não existem mais debates, e isso acontece de ambas as partes, trabalho diariamente para abrir mais minha cabeça, escutar novos pontos de vista, e se colocar no lugar do outro, mudar de opinião se tornou sinônimo de fraqueza e não de sabedoria. Eu busco evoluir.

João Biott – Da eleição de Jair Messias Bolsonaro, até aqui, você aprova a gestão do Presidente? Pra você, ele era a melhor opção entre os candidatos? 

Thiago Gagliasso: O segundo turno foi ele[Jair Bolsonaro] contra o governo mais corrupto da história do país comprovadamente! Não tive a menor dúvida em quem escolher. Existem pontos positivos e negativos, gosto bastante do trabalho na parte econômica, ideias de estatização, enxugando a máquina pública, que vem sendo liderado pelo Paulo Guedes com medidas liberais. Acredito que essa pandemia seria muito pior sem as medidas econômicas que vêm sendo tomadas, e tenho críticas sim:  falta diálogo na governabilidade, sabemos do temperamento de Bolsonaro, e muitas vezes a postura dele atrapalha, alimentando brigas e criando atritos inoportunos que nos prejudicam.

João Biott: Você conhecia o trabalho de Jair Bolsonaro antes do período eleitoral? 

Thiago Gagliasso: Pouca coisa, e se existe uma única coisa boa da polarização foi despertar o interesse da população sobre o assunto! Não o conheço ainda pessoalmente, não conhecia, mas depois dos protestos de 2013, me interessei ainda mais sobre política. Com o nascimento do meu filho em 2015, busquei me aprofundar mais para poder passar um ponto de vista pra ele no futuro, tive a oportunidade de ter experiência de trabalho durante um ano numa Secretaria Estadual de Cultura o que fez eu me interessar ainda mais sobre a política e como funciona.

João Biott: Em um post no Instagram, você afirma que “em 10 manchetes da Globo, 9 são sobre Jair Bolsonaro.” Pra você, a Globo alimenta a polarização no Brasil? 

Thiago Gagliasso: Com certeza! Foi o que falei na resposta anterior. Capas como aquela(da Globo), onde em 10 manchetes, 9 falam de Jair Bolsonaro e uma somente sobre a pandemia o jornalismo ganha ares tendenciosos. Passam por cima do compromisso com a  notícia e coma  população. Mesmo que o Bolsonaro seja o pior presidente do mundo, você realmente acha que ele não teria feito 1 coisa de positivo? Procura encontrar uma notícia positiva na Globo do atual governo, alguma medida bem feita, bem elaborada, você não acha!!  Isso não é uma questão de apoiar ou ser contra, e sim um compromisso com a informação! Pra onde está indo nosso dinheiro? Quais medidas, isso é difícil achar lá. Informar boas medidas não é apoiar o Governo, é um compromisso com o leitor. Não podemos confundir!

Regina Duarte chamou seguranças para tentar coagir equipe da CNN ...

Thiago fala sobre a entrevista de Regina Duarte à CNN Brasil. (Foto: Reprodução)

João Biott:  Regina Duarte, atual Secretária de Cultura vem sendo muito cobrada por não prestar homenagens à grandes ícones brasileiros – falecidos em decorrência do novo coronavírus – como Adair Blanc, Moraes Moreira, Daisy Lúcidi e também por não determinar caminhos para a sobrevivência da classe artística, diante da falta de shows e espetáculos no período de isolamento social. No sábado(09), uma boa parte da classe, cerca de 500 nomes, se reuniu em um manifesto de repúdio às declarações da Secretária em entrevista à CNN Brasil. Como você vê esse movimento? Acredita que Regina Duarte é o nome ideal para dirigir a pasta? 

Thiago Gagliasso: Eu acompanhei a entrevista, apesar de acreditar em boas intenções da Regina, achei a entrevista horrível, não consigo te falar o que eu acho sobre o trabalho dela porque simplesmente não consegui entender absolutamente nada naquela fraquíssima entrevista, e muito pouco esclarecedora. O que posso falar da Cultura, foi sobre a experiência que eu tive em trabalhar numa Secretaria de Estadual no RJ, onde vive a maioria desses 500 artistas que estão contra. Nunca vi 5% desses nomes lá, ou nem 1%, provavelmente não sabem nem o endereço da Secretaria Estadual de Cultura, não procuraram diálogo com o Secretário, na época o Ruan Lira, que jamais teve qualquer viés ideológico. Pelo contrário,  um cara jovem, trabalhador disposto a ouvir a todos! Posso afirmar que foram muitos artistas, de diversos movimentos culturais, nomes como Sandra de Sá, Dedé Santana com projetos circenses, atores como André Ramiro, Guga Coelho, Luciano Salles, a galera do movimento funk, entre outros amigos que conversaram comigo sobre e que se interessam pela cultura.

Thiago Martins é um exemplo, sempre perguntava como estava, como poderia ajudar, e são pessoas que eu não faço ideia qual seja sua ideologia ou em quem votou, mas que realmente pensam na Cultura acima de tudo, afinal, a Cultura é para todos! A realidade é que se você quiser fazer algo de fato pela cultura, você não depende da Regina Duarte! Olha a visibilidade que esses famosos tem, olha quantas marcas eles representam que podem chegar junto em projetos, pesquisem sobre as leis, elas estão lá, o governo não censurou absolutamente nada, tenho um projeto que formou 50 atores em Nilópolis, montamos espetáculo, e só precisei de boas pessoas e apoio cultural da Beija-Flor de Nilópolis. Temos projetos Culturais paralisados por  conta do corona, e que certamente eu sei que poderei contar com a ajuda da secretaria atual, e quem tiver projetos entre em contato comigo, ajudarei como puder. 

João Biott: Em dezembro de 2019, em uma entrevista ao Pânico, você afirmou que não tinha mais contato com seu irmão, o ator Bruno Gagliasso, mas que “daqui a pouco tudo voltava ao normal”. Como está a sua relação com ele? 

Thiago sobre briga com Ewbank e Bruno Gagliasso: "Chegou o momento ...

Thiago Gagliasso e Bruno Gagliasso são irmãos. (Foto: Reprodução)

Thiago Gagliasso: Recebi um post do meu irmão em grupos de Whatsapp onde ele diz: “existe um risco no chão, e pergunta de qual lado você está? #foragenocida”. Então quem votou no Bolsonaro agora é apoiador de genocídio? Ou seja, se você não compactua do pensamento dele [Bruno], ele está falando que 57 milhões de pessoas que pensam diferente são apoiadores de um genocida. Isso é a polarização!! Imagina se eu chamasse todos que votaram no PT de assassinos e ladrões por terem votado no governo mais corrupto da história do Brasil, que mata gente até hoje nas filas dos hospitais, com certeza seria polêmico. Mas jamais falaria isso porque, não enxergo dessa maneira, tenho muitos amigos que votaram e que são pessoas do bem, com boas intenções. Não acredito que o caminho seja esse. Para ele eu estou do outro lado do risco imaginário dele. Enquanto ele enxergar pessoas que não seguem a sua cartilha esquerdista, que tenham pensamentos diferentes como apoiadores de genocídio, facista, não teremos relação! Um dos elementos do fascismo é o controle do pensamento, exatamente o que faz a doutrina esquerdista, já viu alguém discordar e debater algo ali? Controle de pensamento. Pensam iguais, podem reparar, não respeitam quem pensa diferente! Se vc pensa, você cai fora da panela. Estão vivendo cada vez mais dentro de uma bolha e cada vez mais distante da realidade.

João Biott: Para encerrar, o que Thiago Gagliasso espera para o Brasil após a pandemia? 

Filho de Thiago Gagliasso chama atenção na web por semelhança com ...

Thiago Gagliasso, ao lado do filho. (Foto: Reprodução/Instagram)

Thiago Gagliasso: Primeiramente, fica aqui todo meu apoio às pessoas que perderam seus parentes, infelizmente são essas pessoas que terão uma realidade diferente quando passar a pandemia! Quero acreditar, que podemos ser melhores e pensarmos mais no próximo, mas infelizmente sabemos que depois de uma semana a gente esquece rápido e tudo volta ao normal com memes da pandemia. Não existe pandemia que resolva o nosso maior problema, a EDUCAÇÃO. Obrigado pela entrevista, um beijo a todos e espero ter colaborado com meu ponto de vista e minhas sinceras resposta, o povo está de saco cheio de entrevistas perfeitas!

 

 

6 Comments

6 Comments

  1. Neide Nancy Ganem Longhi

    maio 12, 2020 at 3:10 pm

    Perfeito ! É o pensamento de todos nós,que somos de Direita . A manipulação de mentes pela esquerda é plena,quando vemos jovens, sem formação política alguma,sem experiência de vida,sem contextualização dentro da sociedade, chamar os seus oponentes de fascistas.Vi a entrevista da secretária,Regina Duarte ,e foi um verdadeiro massacre;como secretária da cultura,não tinha obrigação alguma de responder sobre economia,coronavirus e não conseguiu mostrar a que foi- os seus projetos para a cultura. Quanto à rede globo(minúscula mesmo) tornou-se a inimiga no. 1 do governo.Nada a falar de positivo. Em qualquer fala do Presidente, distorce nos seus comentários.Para finaizar,sou menos um telespectador dela e da cnn (minúsculo)que,para mim,mal chegou,já espantei da minha vista. Obrigada.

  2. Maria luiza jove neto

    maio 12, 2020 at 5:17 pm

    Bela entrevista, penso como vc….somos um bando de assassinos e genocidas..só na cabeça desses fanáticos..pobre Brasil, em que país estamos?

  3. Maria

    maio 13, 2020 at 1:03 pm

    Parabéns Thiago pela entrevista, e pela sinceridade e postura nas respostas.
    Admiro seu trabalho e sua independência financeira e ideológica. Estamos contigo.
    Sucesso…

  4. Laudioni Dal Pont

    maio 13, 2020 at 7:31 pm

    Declarações bem fundamentadas, palavras de quem sabe o que diz …., sem lavagem cerebral, sem viés radical.
    Perfeito e bom para mostrar que há sensatez entre alguns da classe.

  5. Neusa Novais

    maio 13, 2020 at 8:06 pm

    Parabéns Thiago vc é muito sensato e verdadeiro em suas colocações. Ótima entrevista👏👏👏👏

  6. Jandira Ferreira Bastos

    maio 17, 2020 at 6:30 pm

    Parabéns pela entrevista Thiago já admirava vc agora ainda mais pela sua postura em relação a tudo que está acontecendo no Brasil vc está do lado certo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!

Famosos

Bruno Gagliasso relembrou na tarde desta terça-feira o famoso “Surubão de Noronha”. Após assistir ao filme “Dilema das Redes”, o ator decidiu comentar o...

Famosos

Há pelos menos dois meses, foi divulgado que os atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank colocaram à venda um luxuoso apartamento no Jardins, região...

Famosos

A internet conheceu hoje, Zyan, o caçula de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso. O casal compartilhou a primeira foto do filho, que nasceu na...

Famosos

O casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso estão mandando ver no YouTube, com entrevista frequentes durante a quarentena. Os convidados da vez foram Luciano...