Connect with us

Hi, what are you looking for?

Sem Categoria

A psicologia como ferramenta de uma vida melhor

Psicologia
Imagem: FalaFreud
Psicologia

Imagem: FalaFreud

Com certeza você já deve ter ouvido alguém dizer que “psicólogo é coisa de louco”, certo?

É um dos vários estigmas que, ainda hoje, rondam a psicologia. Portanto, eu quero te trazer uma nova perspectiva sobre essa ciência e falar um pouco mais sobre como podemos ter uma vida mais satisfatória, sermos mais felizes e menos estressados, tudo com a ajuda da psicologia.

Todo esse olhar “doente” da psicologia, cresceu muito após a segunda guerra mundial, quando os psicólogos foram chamados para tratar das consequências do pós guerra. Desde então, cada vez mais a visão medicalizada e patológica foi ganhando força, gerando o estigma que conhecemos hoje. Entretanto no mundo atual não são as consequências de uma guerra que nos incomodam, mas questões ainda mais complexas.

Qual o sentido da vida? Qual é o meu propósito?

Também temos coisas do tipo:

Do que eu preciso para ser feliz? Por que me sinto insatisfeito o tempo todo?

A velocidade que o mundo corre é enorme. E cada vez mais uma demanda por felicidade foi surgindo. Afinal, todo ser humano busca isso, a felicidade. Segundo Aristóteles, não queremos dinheiro por dinheiro, status, fama ou poder por eles mesmos, mas sim porque imaginamos que tais coisas podem nos trazer… FELICIDADE.

Em 1998, a Psicologia Positiva passou a ser considerada oficialmente como uma nova área da psicologia, quando seu criador Martin Seligman escolheu justamente esse tema para falar no seu discurso de posse como presidente da Sociedade Americana de Psicologia.

Gostaria que você tentasse imaginar, que ao invés de procurar por problemas em você, um psicólogo orientado pela psicologia positiva buscaria em primeiro lugar as suas FORÇAS. Parece óbvio, mas você já sabe o que faz de errado, a sua cabeça já martela a todo momento em cada um de seus erros. Mais do que isso, para muitas pessoas, o foco no negativo é SÓ o que a cabeça faz.

No primeiro momento em que você se depara com coisas boas sobre si mesmo, uma mudança já começa a acontecer. Vou te dar um exemplo dessas forças agora:

Uma pessoa considerada extremamente ansiosa, seria rotulada e diagnosticada como tendo um “Transtorno de ansiedade generalizado”. Porém, da perspectiva positiva, podemos dizer que uma pessoa muito ansiosa na verdade possui a FORÇA da PRUDÊNCIA em excesso.

Nesse momento, a pessoa que até então tinha um rótulo fortíssimo de “ansiosa”, tem pela primeira vez o feedback de que na verdade, a força que chamamos de prudência, está sendo exercida em excesso. É muito melhor ter a perspectiva de que algo bom está sendo feito demais, do que simplesmente você é alguém ansioso.

Ao todo, temos 24 forças de caráter, são elas:

Criatividade, curiosidade, mente aberta, amor pelo aprendizado, perspectiva, bravura, persistência, integridade, vitalidade e entusiasmo, amor, gentileza, inteligência social, cidadania e trabalho em equipe, justiça, liderança, perdão e compaixão, humildade e modéstia, prudência, autorregulação, apreciação da beleza e excelência, gratidão, esperança e otimismo, humor e ludicidade e por fim, espiritualidade.

Esse é apenas o primeiro texto de muitos que virão, e se servir para que você possa começar a enxergar a psicologia com outro olhar, já valeu a pena.

Lembre-se ainda que você possui muitas coisas boas. Coisas essas que quando bem exploradas te levarão a uma vida de muito mais satisfação.

Kauan Lamaison
Psicólogo
CRP 06 / 154699

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!

Famosos

A atriz Cléo [Pires] contou aos seus seguidores no Instagram que sofre de bruxismo e que por ranger e apertar os dentes durante o...

Famosos

A cantora Vanusa está internada com pneumonia no Complexo Hospitalar dos Estivadores, em Santos, no Litoral Paulista, desde o sábado (05). O filho caçula...

Colunas

Foi-se o tempo em que relacionamentos eram formados para cumprir algum tipo de protocolo social para ser aceito perante a sociedade, não que os...

Colunas

Há muito tempo me perguntei como seria uma vida dentro de casa, inclusive, como seria trabalhar via home office em tempo integral, uma vez...