Connect with us

Hi, what are you looking for?

Cinema

“O Irlandês” é eleito o filme do ano pelos críticos Nova-Iorquinos

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O New York Film Critics Circle selecionou O Irlandês, do diretor Martin Scorsese, como o Melhor Filme de 2019, a segunda grande honra consecutiva do grupo de críticos de honra pelo longo e polêmico drama da multidão de Netlfix. Ontem, o Conselho Nacional de Revisão concedeu o mesmo prêmio.

A NYFCC, um dos primeiros mensageiros do grupo de críticos da temporada de premiações de filmes, votou na manhã de quarta-feira por suas seleções em 12 categorias. Os vencedores serão homenageados na gala anual do grupo em 7 de janeiro no Tao Downtown.

Hoje também estavam na lista de vencedores como Lupita Nyong’o, nomeada Melhor Atriz de pelo filme “Nós, e Antonio Banderas, foi nomeado Melhor Ator por Dor e Glória. Josh e Benny Safdie foram nomeados Melhor Diretor de por Uncut Gems, enquanto Quentin Tarantino ganhou melhor roteiro original por Era uma vez em Hollywood.

Outros vencedores incluem um segundo prêmio para O Irlandês: Joe Pesci como Melhor Ator Coadjuvante. Laura Dern ganhou como Atriz Coadjuvante por Histórias de Um Casamento, e Little Women, recebeu uma rara menção. O filme Parasita de Bong Joon-Ho venceu a categoria de Filme em língua estrangeira.

Outros vencedores incluem Atlantics, de Mati Diop, como Melhor Primeiro Filme e Honeyland, como Melhor Filme de Não Ficção (veja a lista completa dos vencedores de hoje abaixo):

MELHOR FILME

“O Irlandês” de Martin Scorsese

MELHOR REALIZADOR 

Benny Safdie e Josh Safdie por “Uncut Gems”

MELHOR PRIMEIRA OBRA

“Atlantique”, de Mati Diop

MELHOR ATOR

Antonio Banderas por “Dor e Glória”, de Pedro Almodóvar

MELHOR ATRIZ

Lupita Nyong’o por “Nós”, de Jordan Peele

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

Joe Pesci por  “O Irlandês”, de Martin Scorsese

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

Laura Dern, por “Marriage Story” de Noah Baumbach e “Mulherzinhas” de Greta Gerwig

MELHOR ARGUMENTO

 Quentin Tarantino por  “Era uma Vez…em Hollywood”

MELHOR FOTOGRAFIA

“Portrait of a Lady on Fire”, de  Céline Sciamma

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

“Parasitas”, de Bong Joon Ho

MELHOR DOCUMENTÁRIO

“Honeyland”, de Tamara Kotevska e Ljubomir Stefanov

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

“J’ai Perdu Mon Corps” de Jérémy Clapin

PRÉMIOS ESPECIAIS

Indie Collect, Randy Newman

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!

Cinema

Uma mistura hilária de humor e assassinatos com muitas mortes sangrentas O diretor de A Morte Te Dá Parabéns, Christopher Landon, está de volta...

Cinema

Luzes piscando, multidões e um movimento vertiginoso da câmera A Festa de Formatura começa com impressões raivosas de uma estreia musical na Broadway. Duas...

Cinema

Ostentação de melhor desempenho do protagonista Desde que o filme O Abutre fez bastante sucesso em seu lançamento em 2014, o perfil do ator...

Cinema

As indicações ao Oscar saem em janeiro e esse é um dos principais, se não o principal fime para ficar de olho. A pandemia,...