Connect with us

Hi, what are you looking for?

Entretenimento

Jornalista da CNN Brasil é acusado de homofobia após comentário polêmico ao vivo

Jornalista Leandro Narloch (Foto: Reprodução / CNN Brasil)

Leandro Narloch, comentarista da CNN Brasil, participou do “Live CNN” e soltou um comentário polêmico sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal que libera a doação d sangue por homossexuais.

Ao vivo, o jornalista afirmou que a atitude do STF representava uma “mudança pequena” na sociedade e que “gays têm uma chance muito maior de ter Aids”. Os apresentadores Phelipe Siani e Marcela Rahal ficaram sem reação após o comentário.

“A mudança na verdade é pequena. Ela vai restringir mais a conduta, e não o tipo de pessoa, a opção sexual (sic) do indivíduo. Toda essa polêmica começou porque, não há dúvida disso, os gays, os homens gays, eles têm uma chance muito maior de ter Aids, né?“, disse o comentarista, que não citou a fonte da pesquisa.

E acrescentou: “Em 2018, uma pesquisa mostrou que 25% dos gays de São Paulo eram portadores de HIV. Mesmo que esse número seja exagerado, e de fato ele parece mesmo exagerado, o fato é que é dezenas de vezes maior, maior a chance do que na população em geral. A questão é que outros critérios para exclusão já restringem os gays que têm comportamento promíscuo, né?”.

O jornalista acabou detonado na internet, sendo comparado com o atual presidente em seu discurso antiquado.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!