Connect with us

Hi, what are you looking for?

Famosos

Globo surpreende e deixa de ignorar furos da concorrência

Globo
Jornal Nacional cita CNN Brasil pela primeira vez em nota de ...

Jornal Nacional cita CNN Brasil pela primeira vez. (Foto: Reprodução)

A TV Globo surpreendeu seu público. A emissora carioca simplesmente deixou de ignorar a concorrência e citou um furo da CNN Brasil no principal telejornal do país, o Jornal Nacional.

LEIA TAMBÉM: HADSON NERY FAZ BALANÇO DO BBB 20: “NÃO FUI AGRESSIVO COM NINGUÉM”

A mudança acontece após a polêmica entrevista de Regina Duarte ao CNN 360º, apresentado por Reinaldo Gottino e Daniela Lima. Na ocasião, o Jornal Nacional repercutiu o manifesto elaborado por um grupo de 512 artistas em repúdio às declarações sobre a ditadura militar feitas pela secretária no governo de Bolsonaro.

“Eles [os artistas] se referem à entrevista que a secretária Regina Duarte deu na última quinta-feira à CNN Brasil. Nela, depois de confrontada sobre o apoio de Bolsonaro à ditadura militar, Regina Duarte cantou um trecho da música ‘Pra Frente Brasil’ e disse: ‘Tortura sempre existiu'”, afirmou a emissora.

Por menor que seja, a atitude da emissora já mostra uma mudança significativa de postura no que diz respeito à CNN Brasil. No ar desde março deste ano, o canal pago já demonstrou força suficiente para produzir conteúdo relevante no mercado.

Regina Duarte se irrita com vídeo de Maitê Proença na CNN Brasil ...

Regina Duarte se irrita com vídeo de Maitê Proença na CNN Brasil. (Foto: Reprodução)

Regina Duarte afirma em entrevista à CNN Brasil que “sempre houve tortura”

A entrevista que provocou o manifesto de artistas, repercutiu no Mundo. Na ocasião, em conversa com o jornalista Daniel Adjuto, Regina Duarte cantarolou a música “Pra frente Brasil”, criada na Copa do Mundo de 1970, mas também muito associada ao período da ditadura militar. “Não era bom quando a gente cantava isso?”, perguntou ela. Adjuto, visivelmente constrangido, tentou justificar: “É que foi um período muito difícil, tem muita história, muita gente morreu na ditadura. É essa a questão”.

“Cara, desculpa, eu vou falar uma coisa. Assim, na humanidade não para de morrer. Se você fala em vida, do outro lado tem morte. E as pessoas ficam ‘ó, ó, ó’. Por quê?”, argumentou. “É porque houve tortura, secretária”, interrompeu Adjuto.

“Bom, mas sempre houve tortura. Meu Deus do céu, Stalin, quantas mortes? Hitler, quantas mortes? Não quero arrastar um cemitério de mortos nas minhas costas. Não desejo isso para ninguém. Sou leve, estou viva, estamos vivos, vamos ficar vivos“, disparou.

Confira a entrevista na íntegra:

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!

Especiais

Com 28 anos de carreira, Carolina Dieckmann, de 42 anos de idade, tem muita história pra contar! A atriz começou na TV na novela...

Televisão

A saída antecipada de Faustão da TV Globo ficará marcada para sempre na história da Televisão Brasileira. O apresentador segue para a Band, a...

Aconteceu na TV

Uma gafe de Daniela Lima durante o CNN 360º da última quarta-feira(14) virou um dos principais assuntos das redes sociais. Durante a atração ao...

Famosos

A saída de Faustão da Globo deixou Sônia Abrão revoltada na última quinta-feira(17), durante o A Tarde é Sua. Diante da demissão do apresentador...