Connect with us

Hi, what are you looking for?

Televisão

Principal canal de TV nas Filipinas, ABS-CBN, sai do ar após decisão do governo

ABS-CBN
Imagem: Jire Carreon/Rappler
ABS-CBN

Imagem: Jire Carreon/Rappler

O principal canal de televisão comercial nas Filipinas, a ABS-CBN, saiu do ar na última terça-feira (05) após decisão de agência governamental. As informações são da Rappler e da Al Jazeera.

A emissora saiu do ar (confira vídeo abaixo) na noite da última terça-feira (05), após decisão da Comissão Nacional de Telecomunicações. Isso aconteceu porque a concessão do canal venceu na segunda-feira (04) e o legislativo, incumbido da tarefa de renovar ou rejeitar concessões no país, não renovou-a.

O procurador geral do país, Jose Calida, foi contra a possibilidade de estender, em caráter emergencial, a concessão do canal. Posição contrária do Ministro da Justiça, Menardo Guevarra, que na segunda-feira (04) afirmou que a emissora poderia continuar no ar apesar da expiração da concessão.

Há movimentações no congresso filipino de renovar a concessão da ABS-CBN, nove projetos de lei para ser mais exato. Contudo, aliados do presidente Rodrigo Duterte têm travado e dificultado essa tramitação, tornando a renovação ainda mais difícil.

Presidente Rodrigo Duterte

Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte (Imagem: REUTERS/Erik De Castro)

De acordo com Rappler, o mandatário alertou a executivos da ABS-CBN que seria melhor ‘vender’ o canal uma vez que uma nova concessão é ‘improvável’.

Empregos, informação e mais no limbo

“Milhões de filipinos perderam sua principal fonte de informação e entretenimento quando a ABS-CBN sair do ar tanto na televisão quanto no rádio, quando as pessoas precisam de informação no momento que a nação lida com a pandemia do novo Coronavírus,” disse a emissora em nota na última terça-feira (05).

O canal ainda ressaltou que vai continuar ‘buscando formas de manter a população informada’. Além disso, é importante lembrar que a ABS-CBN emprega mais de onze mil trabalhadores.

Repercussão negativa

A decisão do governo federal em seguir com a suspensão do sinal do canal foi condenada por alguns membros da política do país. Senadores descreveram as ações como ‘grave abuso de autoridade’. Ao mesmo tempo que membros da câmera dos deputados pediram explicações a Comissão Nacional de Telecomunicações por não expedir uma concessão emergencial.

Grupos de direitos humanos expressaram preocupação, assim como a Karapatan, organização filipina de proteção ao trabalho de jornalistas. “Reguladores filipinos deveriam rever essa decisão contra a ABS-CBN e permitir que o canal continuasse a operar até que a renovação da concessão seja feita pelo Congresso,” disse o Comitê Internacional de Jornalistas em nota.

“A ABS-CBN tem uma responsabilidade única de manter os filipinos informados, principalmente diante da pandemia do novo Coronavírus. Eles deveriam continuar com seus noticiários no ar,” completou.

Histórico de Ataques

Essa não é a primeira vez que Duterte persegue a ABS-CBN. Lembra-se que ele já acusou o canal de cobertura parcial, evasão fiscal e uma suposta recusa de ter ‘ignorado’ sua campanha em 2016.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!

Entrevista

É provável que você não saiba quem é Gabe Fleisher, tampouco leia sua newsletter diariamente, mas nos Estados Unidos já alcançou certa relevância. Ele...

Televisão

Um dos maiores sucessos da Globo dos últimos tempos da faixa das 19h, Bom Sucesso, começa a ganhar as telinhas latino americanas com sua...

Famosos

O dia na praia foi incrível. A luz natural do sol estava ótima. Foi aí que Rafael Lugão decidiu tirar uma foto dando um...

Entrevista

Todos nós temos nossas referências quando precisamos ler notícias confiáveis sobre determinado tema. Seja sobre política, ciência, esporte, economia, cultura e entre outros assuntos....