Connect with us

Hi, what are you looking for?

Exclusivas

Coronavírus: o impacto da pandemia no setor cultural

Coronavírus, Cultura
Imagem: Divulgação (07)

 É provável que o mundo demore anos para se recuperar do impacto da pandemia do novo coranavírus. O efeito devastador não será apenas na saúde pública, como também em vários setores da economia, que de acordo com projeções, deverá entrar em recessão nos próximos meses. Coronavírus.

No Brasil, o impacto negativo do surto da COVID-19 está cada vez maior. É importante, contudo, que seu povo é forte e já superou desafios piores no passado. Motivo esse, pelo qual o telespectador tanto se identifica com certas músicas, novelas, filmes e espetáculos teatrais que se popularizaram ao longo dos anos.

Diante da necessidade de ficarmos em casa e mantermos o isolamento social, percebe-se o quão presentes (e necessários) são os espetáculos de teatro, sessões de cinema, shows de música e exposições em museus, e entre outros, no nosso cotidiano.

Parece óbvio, mas é importante lembrar que o setor cultural vive do público, o dinheiro do ingresso é o que faz a diferença no trabalho de um artista, que além de incluir dezenas de profissionais de forma direta (artistas, técnicos, produtores, etc.), é uma indústria que também emprega indiretamente diversos outros profissionais (como fornecedores, prestadores de serviços, ambulantes, etc.)

A grande maioria desses profissionais não recebem salário fixo mensal ou não possuem carteira assinada. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 44% dos artistas e técnicos atuam de forma autônoma.

É fato que todos que vivem da arte sabem das adversidades e imprevistos que passam ao longo da trajetória profissional. Mas e agora sem poder funcionar? Câmeras desligadas? Cortinas dos palcos fechadas? Essa paralisação afeta, aproximadamente, 05 milhões de  trabalhadores do setor cultural no Brasil.

É por isso que o João Biott traz, com exclusividade, o depoimento de alguns profissionais que atuam em vários segmentos da classe artística, falando sobre um momento doloroso financeiramente na qual vivem. Assim como o quão devastador esse período vem sendo com a cultura praticamente paralisada.

Mesmo assim, muitos, como vocês lerão abaixo, ainda encontram razões para serem otimistas em relação ao futuro. Além disso, também vamos adorar ler seus comentários:

DIEGO ESTEVES (PRODUTOR)

“As coisas estão bem dificeís… Eu preciso ir para o estúdio gravar. Agora nesse período de quarentena eu estou adiantando os roteiros em casa, porém até para falar com os artistas é um pouco complicado por causa do momento em que estamos vivendo. O trabalho tem que continuar mesmo em casa, pois eu vivo disso, mas nesse período pode parecer até falta de respeito, por causa dessa situação. É complicado, pois eu vinha de um ritmo intenso de trabalho e de repete foi um susto.

Agora estou parado em uma coisa que estava andando. O jeito é esperar. Estou usando esse momento mais como um processo de criação, elaboração de projetos e dando continuidade no que é possível em home office. Os produtos que estavam sobre a minha responsabilidade estão parados, boa parte dos patrocinadores vão cancelando os contratos e a verba vai diminuindo, então é um momento de apreensão do que vai acontecer. Só vamos retornar quando as coisas começarem a normalizar, mas tenho fé em Deus que mesmo aos poucos tudo vai se ajeitar novamente”.

GUILHERME ALEXEI (ATOR e DUBLADOR)

 “Não está fácil pra ninguém viver de quarentena tendo que se virar para conseguir pagar suas contas mensais, e isso não muda para o artista, nós que atuamos nessa área também estamos passando por crises, ensaios que não podem ser feitos pessoalmente, datas de peças e estreias que não podem ser efetivadas entre outras coisas. É muito difícil não saber ao certo quando essa pandemia passará e o que faremos quando ela acabar. É claro que temos de fazer a nossa parte ficando de quarentena para nos mantermos seguros e a quem amamos também, mas nunca parar o nosso trabalho como artista.

Somos bastante invisíveis na sociedade normalmente e com a COVID-19, também não ajuda nem um pouco. Temos que continuar a caminhada para não perdemos o foco e nem a prática, o modo virtual ajuda muito nesse momento, e temos que saber usufruir bem esse meio. Acredito que essa pandemia vai acabar o quanto antes e com cada um fazendo sua parte, venceremos. Também é um momento de aprendermos uma lição com isso, a de não desistirmos nunca! Sejamos fortes sempre e ninguém larga a mão de ninguém (figurativamente falando). Um grande abraço a todos e cuidem-se!”.

GUSTAVO PIA (ROTEIRISTA)

“Como trabalhador do audiovisual, tenho bastante apreensão quanto ao futuro das atividades pela inexistência de políticas públicas para a área. Com as diversas mudanças que a pasta sofreu, desde 2017, mas principalmente no atual governo, fica difícil consolidar o modo de trabalho, não há ninguém que responda pela SAv (secretaria Audiovisual) e ela corre o risco de ser extinta, embora seja uma conquista do setor para o MinC, afinal existe desde a  criação do Ministério. Acredito que o próximo ano deva ser mais promissor para a Cultura, visto as novas eleições municipais que vão redefinir as diretrizes municipais para a pasta. Niterói e Maricá (Rio de Janeiro) podem ser bons exemplos para as outras prefeituras, principalmente para o Rio que vem perdendo seu protagonismo”.

CRISS MASSA (CANTORA, COMPOSITORA e  PROFESSORA)

“Tudo isso que está acontecendo está servindo para que quando terminar, nos tornemos pessoas melhores. O mundo inteiro parou, então eu acho que depois disso tudo, não podemos deixar de sermos o que éramos, para sermos pessoas bem menos egoístas, bem menos pensativas, aproveitarmos mais da nossa família, da nossa casa.

São sinais dos céus para enxergamos a vida de outra forma. Porque eu acho que a gente não estava conseguindo nem se entender com os ‘nossos’ em casa. Até porque para algumas pessoas a casa estava apenas como dormitório. Eu trabalho em duas áreas, como professora e como cantora. Como professora, as escolas estão paradas e a gente sabe que futuramente terá uma consequencia.

Por mais que antecipe o recesso, isso terá um impacto no futuro. Eu sou do estado, então  tenho certeza que o nosso secretário de educação, o governo do estado do Rio de Janeiro e junto com as pessoas que colaboram para isso acontecer não vão fazer nada que prejudiquem os alunos. Já na música… Quando isso passar eu quero fazer aquela roda de samba grande, tipo maratona.

Só quero cantar, ver gente, abraçar muito, beijar muito, alegrar as pessoas, espalhar o amor, sentir o amor, tirar fotos, chamar para perto de mim, sentir o cheiro dos outros. Eu estou muito carente, porque sou uma pessoa amorosa. Quando faço meus shows eu vou para  o meio do povo, não fico ali sentadinha cantando, então isso está me fazendo muita falta. Ir para o povo, para a galera, contar minhas piadas, sentir as pessoas perto de mim e claro, depois disso tudo não perder nunca mais a oportunidade de dizer para as pessoas como eles são importantes para a minha vida”.

LUAN DE PAIVA DOS REIS (AUTOR, ATOR e PROFESSOR)

“Esta pandemia desestabilizou a vida de todos. Neste momento difícil é importante adequarmos a realidade da melhor maneira, procurando seguir fielmente as orientações médicas, para que o impacto não seja maior. Após essa crise mundial cada um necessitará elaborar estratégias para se reerguer novamente, a fim de que possam voltar ao estágio normal de forma produtiva”.

Coronavírus

CARLA BARELLI (ATRIZ, JORNALISTA e APRESENTADORA)

“A pandemia na qual estamos vivendo no mundo, teve um impacto em várias áreas, e nossa classe artística é uma delas. O artista está sendo muito prejudicado, tudo está saindo fora dos trilhos, conforme havíamos planejado. Pautas estão sendo canceladas em teatros, sem previsão para remarcação. Muitos artistas dependem dos seus shows, das suas peças, dos seus trabalhos artísticos para ganhar o seu pão do dia a dia. Mas olhando por outro ponto, eu estou percebendo como o ser humano tem a capacidade de se reinventar. É isso que está acontecendo, cada um de nós está se reinventando.

A internet está sendo o grande aliado do artista no momento para trabalhos, eu particulamente estou usando muito a internet para isso. E esse é o momento para pararmos um pouquinho, refletirmos sobre nós mesmos, sobre a nossa vida,  nossa carreira e quando isso tudo acabar e eu tenho certeza que isso vai acabar o mais rápido possível, nós voltarmos com a mente diferenciada, com uma nova proposta de trabalho. Esse momento é hora de ficar em casa sim!

É dar essa pausa sim, é hora de cuidarmos da gente, do próximo, principalmente e analisar e refletir de tudo aquilo que estávamos fazendo e de tudo o que faremos quando isso tudo acabar. Eu desejo a todos os artistas que se reinventem, vamos fazer a diferença, vamos arrumar uma forma de trabalhar online nesse momento e quando a gente voltar, tenho certeza que tudo vai melhorar e ai é só sucesso! Um grande beijo e um abraço em toda a classe artística”.

Coronavírus

OTÁVIO AUGUSTO (ESTUDANTE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL)

“Em épocas que todos os brasileiros tiveram que se adaptar as pressas por causa de um vírus,as emissoras de TV tiveram que alterar seus planos publicitários de 2020 (quase os cancelando). Na Globo, os 4 principais núcleos de novelas foram paralisados levando em conta o bem estar de centenas de profissionais que trabalhavam dia dia em produções da platinada. “Amor de Mãe” e “Salve-se quem Puder” viviam momentos crescentes nos números do Ibope quando tiveram que serem pausadas, sendo substituídas por reprises.

A novela das 18h e a temporada de “Malhação” estavam e sua reta final,e tiveram seus finais antecipados (a novelinha juvenil por exemplo, teve um último capítulo aquém do esperado para os padrões globais). Enquanto isso Record e SBT (que mantém apenas 1 novela inédita cada) continuam normalmente pois tem uma frente de capítulos extensa, mas que não devem durar muito. Nos tradicionais programas de auditório, o SBT viu-se obrigado a reprisar programas antigos de algumas produções, porém o “Domingo Legal” e “Eliana” seguem sem plateia.

Na Globo,”Altas Horas” e “Domingão do Faustão” também estão sendo reprisados e seus apresentadores fazem aparições de suas casas para chamadas. Na Record, um dos maiores investimentos do ano na emissora (a volta da apresentadora Sabrina Sato) teve seu programa cancelado após menos de um mês no ar. Os baixos índices e a pandemia de Coronavírus foram os motivos para isso.

Na vida de cantores que vivem de shows pelo Brasil, essa rotina mudou drasticamente. Depois do decreto que evita aglomerações, eventos com artistas foram eliminados de agendas em um passe de mágica. A ordem do momento é shows via Live, que fazem os artistas manterem contato com seus inúmeros seguidores mesmo no isolamento social.

O decreto também teve que ser levado em conta por clubes de futebol, onde o Campeonato Brasileiro foi paralisado desde o início de março, assim também a Copa Libertadores da América. Emissoras que exibem jogos e detém seus direitos encontram formas de não perderem contratos com patrocinadores que tem suas marcas vinculadas a partidas futebolísticas, mas as ideias fogem ao pensamento quando não existe previsão para quando isso vai acabar.

E a publicidade?… Páscoa e Dia das Mães se aproximando (onde o comércio faz boa partes de suas vendas anualmente) não é possível inserir ações convincentes para o momento. Já estima-se que esse vai ser um dos piores anos para se investir em divulgação com o dólar a mais de R$ 5 e subindo sem “freio”. Vivemos dias que planejar algo duradouro pode ser atirar no escuro. Mas pode ser um momento de saber lidar até com o mais surpreendente dos imprevistos”.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!

Famosos

O sertanejo Cristiano, que faz dupla com Zé Neto, foi internado nesta quarta-feira (24) por conta de complicações causadas pela Covid-19. Ele foi diagnosticado...

Famosos

Por conta do aumento significativo de casos da Covid-19 no país nas últimas semanas, as novelas da Globo podem sofrer uma nova paralisação. De...

Entretenimento

Após anunciado aqui que Marco Ricca está internado no Rio de Janeiro, em decorrência da Covid-19, o ator apresentou melhora nas últimas 24 horas. Segundo...

Entretenimento

A atriz Marieta Severo foi mais uma famosa a ser diagnosticada com Covid-19. A veterana começou a se sentir mal no último dia 24, com febre...