Connect with us

Hi, what are you looking for?

Cinema

Coluna Caio Augusto: Crítica | Tempo de Caça

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Há uma cena antes do meio do caminho em Tempo de Caça, o mais recente horror de Yoon Sung-hyun, que sinaliza uma mudança sísmica no livro de regras do filme. Embora não seja necessariamente uma reviravolta em virtude do título e do gênero, o momento devastador da revelação de Jun-seok (Lee Je-hoon), à medida que as maiores apostas do thriller são reveladas, é precisamente iluminado e sublinhado com a música do lado direito da brincadeira. Seu artesanato é perfeito, mas o principal ingrediente que define esse momento é o terror inquietante da tecnologia pessoal – e quando a pessoa do outro lado não é quem é esperado.

O Tempo de Caça desafia continuamente as expectativas em virtude de quão longe ele empurra sua premissa de suas raízes relativamente geniais, elevando a pressão sanguínea e a satisfação do espectador no processo. Situado na distópica Coreia do Sul, Jun-seok se reúne com seus amigos e celebra a liberdade – até que ele percebe que o roubo que o afastou ficou sem sentido pela inflação recente. Eles então planejam um assalto ainda mais audacioso, o que leva a consequências além de sua imaginação.

Embora as palhaçadas se tornem cada vez mais ultrajantes, perigosas e às vezes hilárias, as três performances centrais são agradáveis ​​e humanas o suficiente para manter o público firmemente investido em seus destinos – e, consequentemente, ansiosos ao longo dos 135 minutos de duração. Os tiroteios, embora confiem mais em poder de fogo do que em requinte, nunca nos permitem perder o foco de suas personalidades – um feito de um filme tão amplo.

A única fraqueza do Tempo de Caça é que demora meia hora a mais, perdendo boa vontade e força no ato final. Dito isto, os últimos cinco minutos deixam uma sequela em cima da mesa, e este Pacífico distópico não esgotou suas oportunidades de emoções de ponta-de-assento.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!

Famosos

Estrela de primeira grandeza! Esse é peso de Camila Queiroz no cenário da teledramaturgia brasileira. A atriz, que foi lançada no mercado em Verdades...

Exclusivo

Nada de A Fazenda! Caio Castro, que por anos foi um dos principais galãs da TV Globo, já tem oficializada a sua nova casa...

Cinema

Uma mistura hilária de humor e assassinatos com muitas mortes sangrentas O diretor de A Morte Te Dá Parabéns, Christopher Landon, está de volta...

Cinema

Luzes piscando, multidões e um movimento vertiginoso da câmera A Festa de Formatura começa com impressões raivosas de uma estreia musical na Broadway. Duas...