Connect with us

Hi, what are you looking for?

Exclusivas

10 personagens inesquecíveis de Lília Cabral

Lília Cabral

No último dia 13 de julho foi celebrado o aniversário de uma das atrizes mais aclamadas do Brasil. Trata-se de Lília Cabral, que em mais de 30 anos de carreira já fez inúmeros trabalhos marcantes tanto na TV quanto no cinema.

Em breve, a diva estará de volta às novelas, como a grande vilã de “O Sétimo Guardião”. Pra comemorarmos seu aniversário em grande estilo, separamos dez personagens inesquecíveis de sua carreira.

 

10) Maria Martha (“Império”)

Quando “Império” estreou, Maria Martha era vista como a grande vilã da história, em busca de poder. Entretanto, no decorrer da trama, tais traços de vilania foram deixados para trás, e mesmo com um jeito nada fácil de ser, a personagem acabou caindo na graça do público. Muitos, inclusive, chegaram a torcer para que Martha tivesse um final feliz ao lado de José Alfredo (Alexandre Nero).

 

9) Sheyla (“História de Amor”)

Na trama de Manoel Carlos a atriz interpretou uma das antagonistas da história. A personagem foi casada no passado com Carlos (José Mayer), e não se conformava com o fato de ter perdido o marido para outra. Sheyla então acaba criando uma obsessão pelo ex-marido, e sonha que algum dia o casamento deles possa ser retomado. Quando o médico começa a se envolver com Helena (Regina Duarte), a megera começou a infernizar a vida da protagonista.

 

8) Catarina (“A Favorita”)

Catarina era uma dona de casa que não tinha um casamento tão bom assim. Seu marido Leo (Jackson Antunes) era um homem rude e ríspido, fazendo da personagem uma mulher submissa. No decorrer de “A Favorita”, Catarina então acabou despertando o interesse do verdureiro Vanderlei (Alexandre Nero). As coisas deram uma sacudida ainda maior em sua vida, com a chegada de Stela (Paula Bulamarqui). A personagem foi despertando um novo lado de Catarina, fazendo com que ela se valorizasse. A loira chega a se declarar a amiga nos últimos capítulos, e ela por sua vez, deixa a cidade de Triunfo junto com Stela.

 

7) Bárbara (“Chocolate Com Pimenta”)

A personagem foi uma das grandes vilãs de “Chocolate Com Pimenta”, fazendo de tudo pra separar o sobrinho Danilo (Murilo Benício) de Ana Francisca (Mariana Ximenes), para ele se casar com Olga (Priscila Fantin). Bárbara também era casada com Vivaldo (Fúlvio Stefanini), prefeito da cidade onde a história se passava. A megera era controladora e ciumenta com o marido, chegando a desaparecer da história, quando descobre que ele tinha um caso com Márcia (Drica Moraes), sua manicure e prima de Aninha. Bárbara chega a ir embora de Ventura com um grupo de circo, e um incêndio acaba ocorrendo, e ela então é dada como morta. A vilã acaba retornando depois de um tempo, para impedir o casamento de Vivaldo com Jezebel (Elizabeth Savalla), sua maior rival. Após seu retorno, a personagem continua fazendo de tudo para separar o casal de protagonistas.

 

6) Goreti (“Anjo Mau”)

No remake de “Anjo Mau”, exibido em 1997, Lília Cabral interpretou a costureira batalhadora. A personagem criou sozinha sua única filha, Simone (Samara Felippo). A jovem era fruto da relação de Goreti com Tadeu (Daniel Dantas), mas que não sabia a identidade de seu pai. Bem humorada, mas também bastante reservada, a costureira sonhava em encontrar um grande amor.

 

5) Amorzinho (“Tieta”)

A personagem era uma das beatas que vivia na cola de Perpétua (Joana Fomm). Muito religiosa, Amorzinho sonhava em se apaixonar novamente, após a morte do marido. Entretanto, a moça encontrava como obstáculo a amiga vilã, que fazia de tudo para desencorajá-la a isso. No decorrer da trama a personagem foi se apaixonando por Amintas (Roberto Bomfim), rendendo cenas pra lá de cômicas entre eles. Um dos momentos mais marcantes de Amrozinho em “Tieta” foi em um momento de descontrole, onde começa a andar usando uma calcinha vermelha. A personagem foi o primeiro grande destaque de Lília Cabral na teledramaturgia.

 

4) Tereza (“Viver a Vida”)

Lília Cabral pode não ter sido uma das Helenas de Manoel Carlos, mas sabia ser a antagonista delas como ninguém. Em “Viver a Vida” ela interpretou uma ex-modelo famosa, que acabou largando as passarelas pra viver com Marcos (José Mayer), e do casamento eles tiveram três filhas, duas biológicas e uma adotada. Tereza acabou sendo trocada por Helena (Taís Araújo), causando a fúria da personagem. A personagem encontrou na filha mais velha Luciana (Alinne Moraes), uma aliada para separar a modelo do ex-marido. A vida de todos sofre uma reviravolta, quando Luciana sofre um acidente a trabalho e fica tetraplégica. Por ironia do destino, tudo começou após a jovem ter discutido feio com Helena, que então implora de joelhos o perdão para a ex de seu marido. Com o tempo, Tereza reencontra um grande amor do passado, e os dois acabam se reaproximando. A personagem também ficou marcada por sua difícil relação com a filha Isabel (Adriana Birolli), com quem protagonizou momentos intensos.

 

3) Silvana (“A Força do Querer”)

Essa é a personagem mais recente de Lília Cabral na TV. Silvana era uma importante arquiteta, mas que tinha um grande defeito: o vício em jogos. Durante a trama, a personagem se envolveu em diversas confusões por conta disso, sempre escondendo isso de seu marido Eurico (Humberto Martins). Na reta final da novela, Silvana acabou se endividando com pessoas extremamente perigosas, como agiotas e traficantes. Por conta disso, o vício quase custou a vida de sua filha Simone (Juliana Paiva), fazendo-a abrir os olhos e então se tratar.

 

2) Griselda (“Fina Estampa”)

Griselda foi a primeira protagonista de Lília Cabral na trama escrita por Aguinaldo Silva em 2011. A personagem era uma mulher batalhadora, que criou sozinha os três filhos, Quinzé (Malvino Salvador), Antenor (Caio Castro) e Maria Amália (Sophie Charlotte). Sua vida muda quando conhece o chef de cozinha René (Dalton Vigh), e então os dois acabam se apaixonando, despertando a ira de Teresa Cristina (Christiane Torloni), esposa do rapaz e grande vilã da história. Griselda fica milionária, após ganhar na loteria, e acaba se mudando para o mesmo condomínio que sua rival. Após ficar rica, a protagonista ainda tem uma inesperada surpresa, que é o ressurgimento de seu ex-marido Pereirinha (José Mayer), dado como morto.

 

1) Marta (“Páginas da Vida”)

Lília Cabral não coleciona muitas vilãs em seu histórico, mas Marta vale como se tivesse feito. A personagem foi a grande vilã da trama de Manoel Carlos, e novamente a atriz confrontava com uma Helena de Regina Duarte. Na história Marta era uma mulher amargurada, que tinha um casamento infeliz e mãe de dois filhos. Sua vida vira de ponta cabeça quando Nanda (Fernanda Vasconcelos), sua filha mais velha, retorna ao Brasil grávida, após um período morando em Amsterdã. Isso causou a ira da ruiva, que não aceitou o fato da jovem ter engravidado. Após uma discussão com a mãe, Nanda acaba sofrendo um acidente e morrendo durante o parto dos gêmeos. Ao descobrir que um dos bebês nasceu com síndrome de down, Marta então se nega a ficar com a neta especial. Inconformada com o acontecimento, Helena decide adotar a criança para ela. Os anos se passam, e Marta se tornou uma mulher ainda mais amargurada, sem demonstrar qualquer tipo de afeto pelo neto Francisco. Ao saber que o pai das crianças, Leo (Thiago Rodrigues), retornou ao Brasil e milionário, a megera faz de tudo pra tirar proveito disso. O papel se tornou tão memorável, que Lília chegou a ser indicada ao Emmy Internacional por conta disso.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!

Notícias da TV

A atriz Lília Cabral está envolvida em uma briga interna nos Estúdios Globo. Isso porque ela estava reservada para um papel de destaque em...

Novela das Nove

As gravações de “O Sétimo Guardião” começaram há pouco tempo, mas estão a todo vapor. A próxima novela das nove da Rede Globo vem ganhando forma...