Connect with us

Hi, what are you looking for?

Televisão

10 contratações da TV que foram um verdadeiro fiasco

A TV brasileira é marcada por uma verdadeira dança das cadeiras. Hoje um artista está em uma determinada emissora, quando menos esperamos já encontra-se em outra. Isso é algo bem comum de se acontecer, e tem casos que muitos deles mudam para melhor, porém outros não têm a mesma sorte.

Hoje decidimos listar dez contratações que tinham tudo para se tornar um sucesso absoluto, mas acabaram indo para o caminho reverso.

 

10) Daniela Cicarelli (Band)

Daniela Cicarelli conquistou o público, ao ser contratada pela MTV Brasil em 2003. Durante os quatro anos em que esteve no canal musical, a beldade emplacou diversos programas, entre eles o inesquecível “Beija Sapo”. Por conta de seu sucesso estrondoso, os canais abertos começaram a se interessar no trabalho da morena. Em 2008 Cicarelli então deixava a MTV, assinando contrato com a Band. Entretanto, sua estreia no canal aberto não foi como esperado. Lá ela apresentou os programas “Quem Pode Mais?”“Zero Bala”, ambos se tornando verdadeiros fracassos. Por conta disso, Cicarelli ficou durante meses na geladeira da emissora, e em 2012 acabou voltando para a MTV, onde ficou por mais um ano.

 

9) Marcelo Adnet (Globo)

O ator, apresentador e comediante ganhou notoriedade ao apresentar o programa “15 Minutos”, na MTV. Por conta de seu sucesso na atração, Adnet acabou sendo escalado para outras produções do canal, o qual ficou até o começo de 2013. No mesmo ano, ele acabou assinando contrato com a Rede Globo, e estrelou a série de comédia “O Dentista Mascarado”, ao lado de Taís Araújo. A atração foi um verdadeiro fiasco, e Adnet passou o resto daquele ano na geladeira da Globo, desenvolvendo um novo projeto. No ano seguinte ele lançava então o programa de humor “Tá No Ar”, que até conquistou o público e a crítica em suas primeiras temporadas, mas em sua última edição já não teve índices tão satisfatórios como antes. No ano passado ele tentava emplacar mais uma atração solo, o programa “Adnight”, que acabou não atendendo as expectativas. Mesmo assim, o canal carioca decidiu dar mais uma chance à atração, que atualmente está em sua segunda temporada, mas amargando baixos índices.

 

8) Rafael Cortez (Record)

Rafael Cortez sempre foi um dos principais nomes do programa “CQC”, da Band. Por conta disso, o apresentador acabou chamando a atenção de outros canais, como a Record. No final de 2012 ele recebeu uma proposta irrecusável da emissora de Edir Macedo, e no ano seguinte o rapaz comandava então o reality show “Got Talent Brasil”, que foi considerado como uma das principais apostas da Record em 2013. Diferente das outras versões da franquia ao redor do mundo, a atração foi um verdadeiro fiasco, durando apenas uma temporada. O canal decidiu reaproveitar Cortez em outra atração, no programa de relacionamentos “Me Leva Contigo”, que também foi um fracasso. Em 2015 ele acabou retornando ao “CQC”, mas no ano seguinte foi contratado pela Rede Globo, onde está até hoje.

 

7) Christina Rocha (TV Gazeta)

Uma das principais estrelas do SBT, a apresentadora Christina Rocha decidiu explorar novos horizontes em 2001, ao assinar contrato com a TV Gazeta. A loira comandou por lá o vespertino “Mulheres”, ao lado de Clodovil. Por conta do temperamento difícil dos dois, a dupla vivia se desentendendo ao vivo, e a emissora decidiu tirá-los da atração após alguns meses, sendo eles substituídos por Cátia Fonseca, que comanda o programa até hoje. Tendo passagens posteriores na Record Band, Christina retornou ao canal de Silvio Santos em 2008, onde está até hoje, no comando do “Casos de Família”.

 

6) Adriane Galisteu (Band)

A loira assinou com a Band em 2009, após uma saída turbulenta no SBT – que ainda citaremos nesse post. Adriane Galisteu ganhou um programa noturno, intitulado “Toda Sexta”, mas que foi um verdadeiro fiasco. A apresentadora ficou no canal durante cinco anos, porém nenhuma das atrações que ela teve por lá emplacaram. Seu último trabalho na Band foi o reality show “Quem Quer Casar Com Meu Filho?”, o qual, pra variar, fracassou. Depois disso, Galisteu passou a investir em programas voltados para canais a cabo, mas há quem garanta que ela está próxima de se tornar estrela fixa do casting da Globo, após sua participação na atual temporada da “Dança dos Famosos”.

 

5) Cazé Peçanha (Globo)

Um dos principais nomes da antiga MTV Brasil, o apresentador Cazé Peçanha tentou investir na TV aberta. Em 2000 ele foi contratado pela Globo, o qual no ano seguinte apresentou o programa “Sociedade Anônima” nas noites de domingo. O programa foi um verdadeiro fiasco, e ficou menos de dois meses no ar. Por conta disso, Cazé ficou na geladeira da Globo durante um bom tempo. Em 2002 ele então retornava à MTV, onde ficou por mais dez anos.

 

4) Dani Calabresa (Band)

A humorista Dani Calabresa viu sua carreira decolar, ao apresentar o programa jornalístico, com toques de comédia, “Furo MTV”, em 2009. Por conta de seu sucesso na atração, a loira foi escalada para se juntar ao elenco do “Comédia MTV”, e ficando então na emissora musical até o final de 2012. No ano seguinte ela acabou sendo contratada pela Band, como um nome de peso ao programa “CQC”, porém sua estreia na atração não foi como esperado. Em seu primeiro ano ela fez reportagens, mas não conquistou o público. No ano seguinte a Band decidiu lhe dar uma nova chance, promovendo-a à bancada de apresentadores, ao lado de Marcelo TasMarco Luque, assim tendo uma recepção um pouco melhor dos telespectadores. Em 2015 Calabresa se desligou da Band, assinando então com a Globo, estando lá até os dias de hoje, sendo um dos principais nomes dos humorísticos “Zorra”“Escolinha do Professor Raimundo”.

 

3) José Luiz Datena (Record)

Datena ficou consagrado na TV, ao apresentar o programa “Cidade Alerta” na Record. Por conta de seu sucesso, o apresentador foi contratado pela Band em 2003, tendo uma transição de um canal para o outro bem polêmica. Depois de anos no comando do “Brasil Urgente”, o apresentador recebeu uma nova proposta da emissora de Edir Macedo, para retornar ao programa que o fez ficar conhecido. Sua nova passagem no canal, entretanto, foi bem turbulenta, durando cerca de três meses apenas. Sua segunda saída do canal foi mais polêmica ainda, e ele acabou voltando então para a Band, onde está até os dias de hoje.

 

2) Hebe (Rede TV!)

A eterna e saudosa rainha da TV brasileira pegou muita gente de surpresa no final de 2010, anunciando sua saída do SBT, após 24 anos de casa. Depois dessa bomba, Hebe assinou no começo de 2011, contrato com a Rede TV!. O seu programa era exibido nas noites de segunda-feira, assim como em sua antiga emissora, mas aos poucos viu sua audiência caindo. Em 2012 Hebe foi surpreendida com a volta do câncer que havia vencido dois anos antes, se afastando então da emissora, por estar com a saúde bem fragilizada. Ela acabou rescindindo seu contrato com a Rede TV!, e numa reunião com Silvio Santos, acertou seu retorno ao SBT, porém dias depois do ocorrido a veterana veio a falecer.

 

1) Adriane Galisteu (SBT)

Já citamos Adriane Galisteu nessa lista, mas sua maré de azar começou bem antes de sua passagem na Band. Depois de ter programas pela CNT, MTVRede TV!, a loira foi contratada pela Record em 2000, se tornando um verdadeiro fenômeno no horário nobre, com o programa “É Show”. No auge da atração, ela recebeu em 2004, uma proposta irrecusável de Silvio Santos para assinar com o SBT. Em novembro do mesmo ano, ela então estreava o programa vespertino “Charme”, que em seus primeiros meses fez muito sucesso de audiência. No ano seguinte, Galisteu ganhou mais um programa no canal, o “Fora do Ar”, em que apresentou ao lado de Hebe, Jorge KajuruCacá Rosset. Tudo estava indo muito bem, quando sua atração solo começou a cair na audiência. Silvio acabou intervindo, fazendo algumas mudanças no formato e também no horário. A partir disso, “Charme” começou a mudar de horário constantemente. O ápice de tudo foi em 2008, quando o programa passou a ser exibido de madrugada. Como forma de protesto, Galisteu apresentou a atração vestida de pijama. “Charme” saiu do ar em março de 2008, e a apresentadora ficou na geladeira do canal até o término de seu contrato. Apesar de sua passagem turbulenta no SBT, Galisteu tem parceria até hoje com Silvio Santos, tendo um dos perfumes de maior faturamento da linha Jequiti.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!

Famosos

Essa semana uma polêmica envolvendo o ator Kevin Spacey levou o público ao choque. O astro da série “House Of Cards” se assumiu gay, após ter...