Connect with us

Hi, what are you looking for?

Famosos

10 apostas de Silvio Santos que fracassaram no SBT

Silvio Santos

Considerada a nova aposta de Silvio Santos, Triturando afundou a audiência do SBT (Foto: Divulgação)

Nessa sexta-feira (19) o público foi pego de surpresa, com o fim do programa “Triturando”. Aposta de Silvio Santos nas tardes do SBT, a atração afundou a audiência do canal em todos os seus sete horários exibidos.

No entanto a emissora anunciou para a próxima segunda-feira o retorno do “Fofocalizando”, sob o comando de Lívia Andrade. Vale lembrar que essa não é a primeira e nem a última vez que uma aposta do homem do baú fracassa.

Por conta disso, listamos outros dez programas que, assim como o “Triturando”, tiveram vida curta e que muitos mal lembram de sua existência. Vamos conferir?

10) Jornal do SBT – 1ª Edição

Foto: Divulgação

No início dos anos 2000 o único telejornal que havia na emissora era o “Jornal do SBT”, apresentado por Hermano Henning nos finais de noite. Em 2003, Silvio Santos apostou numa edição mais cedo do jornalístico, retomando a um programa do gênero no horário nobre da emissora, após anos.

Para o “Jornal do SBT – 1ª Edição”, ele recrutou Cynthia Benini Analice Nicolau, que ganharam destaque após suas participações no reality “Casa dos Artistas”, para comandar o programa. O problema é que Silvio investiu que as duas apresentassem o telejornal numa bancada que evidenciasse suas pernas, e que elas vivem cruzando-as constantemente.

Em consequência disso, o telejornal ficou conhecido como “Jornal das Pernas”. Apesar do “atrativo”, o programa não correspondeu à audiência esperada. Passando por diversos horários, o “Jornal do SBT – 1ª Edição” chegou ao fim em 2005, com a contratação de Ana Paula Padrão para o comando do “SBT Brasil”.

 

9) Ilha da Sedução

Foto: Divulgação

Ainda no começo dos anos 2000, essa época ficou marcada pela ascensão dos reality shows na TV brasileira. Com o sucesso de “Casa dos Artistas” “Popstars” na época, em 2002 Silvio quis apostar em um reality de casais, testando a fidelidade deles numa ilha paradisíaca.

Adaptação do formato de sucesso “Love Island”, por aqui o “Ilha da Sedução” não conquistou a audiência. Apresentado por Babi Xavier, o programa foi um verdadeiro fiasco em audiência. A atração teve algumas mudanças de horário, no intuito de erguer seus índices, mas sem sucesso.

Por conta do fracasso, o programa não ganhou outras temporadas.

 

8) Bailando Por Um Sonho

Foto: Divulgação

Com o sucesso que a Globo vinha tendo com o “Dança dos Famosos”, dentro do “Domingão do Faustão”. Em 2006 Silvio apostou em seu próprio reality do gênero.

Naquele ano estreava então “Bailando Por Um Sonho”, inspirado em um formato argentino. Inicialmente exibido nas noites de sábado, o programa tinha uma premissa diferente. Dez famosos formavam trios compostos pelos mesmos, além de coreógrafos e um participante sonhador.

reality não teve o resultado esperado, e por isso sofreu sua primeira mudança. Em sua terceira semana, a atração contava apenas com o famoso e seu par sonhador, enquanto os coreógrafos passaram a treinar as duplas. Logo na sequência a atração migrou para as tardes de domingo, ainda amargando em audiência.

 

7) Olha Você

Foto: Divulgação

Em 2005 a Record estreava o “Hoje Em Dia”, estando no ar até os dias de hoje. O programa em seus primeiros anos ficou destacado por misturar entretenimento, jornalismo e culinária. Olhando o sucesso de sua rival, em 2008 Silvio Santos decidiu produzir uma atração no mesmo formato.

“Olha Você” era apresentado por Claudete Troiano, Ellen Jabour, Alexandre Bacci e o chef Francesco Tarallo, sendo exibido nas tardes do SBT. Contudo, mesmo com todo planejamento e investimento, a atração não decolou na audiência.

Como forma de salvar um dos seus maiores projetos para o entretenimento, Silvio começou a exigir mudanças na atração. Uma delas, na tentativa de salvação, uma versão compacta da primeira edição da “Casa dos Artistas” foi exibida, entretanto sem sucesso.

 

6) SBT Notícias

Foto: Divulgação

Antes do formato de grande sucesso que fez o SBT liderar a audiência durante as madrugadas muitas vezes entre 2016 e 2019, o “SBT Notícias” teve dois formatos anteriores que amarguraram um tremendo fracasso.

O primeiro deles aconteceu em 1995, sob o comando do casal Leila Cordeiro Eliakim Araújo. Silvio apostou em seus dois maiores jornalistas na época, uma vez que eles também apresentavam o bem sucedido “Jornal do SBT” na época. A atração foi toda improvisada, pois na época a emissora estava em transição de sua antiga sede na Vila Guilherme, em São Paulo, para o atual CDT Anhanguera. O telejornal amargurou baixos índices de audiência, e ficou apenas 26 dias no ar.

Em 2013, numa forma de barrar o “Cidade Alerta” e o “Brasil Urgente”, da Record e Band, a emissora apostou numa nova versão do “SBT Notícias”. Entretanto dias antes de sua estreia, a atração nada mais seria que uma nova versão do “Aqui Agora”. Silvio Santos voltou atrás, e mudou seu nome para “Boletim de Ocorrências”, até que uma semana antes de sua estreia teve seu nome alterado outra vez.

Apresentado por Neila Meideiros, o telejornal ficou apenas dois meses no ar, amargurando o quarto lugar em audiência.

 

5) SBT São Paulo

Foto: Divulgação

Tendo telejornal local em outras praças ao redor do Brasil, em 2012 o SBT decidiu criar um do gênero em sua sede principal. Naquele ano estreava então o “SBT São Paulo”. 

Apresentado por Karyn Bravo Joyce Ribeiro, o telejornal tinha 25 minutos de exibição, indo ao ar antes do “SBT Brasil”. A atração não obteve o retorno esperado, e amargurou baixos índices de audiência. Dois meses após sua estreia a atração foi cancelada.

 

4) Curtindo Com As Crianças

Foto: Divulgação

Entre o fim do “Sessão Premiada” até assumir o comando do “Domingo Legal”, o apresentador Celso Portiolli passou por maus bocados no SBT nesse intervalo de tempo.

Em 2007 ele foi surpreendido com o cancelamento do “Namoro na TV e ETC”, que ficou quase dois anos no ar. Antes de sair do ar, a atração começou a perder na audiência para o “Melhor do Brasil”, na época apresentado por Marcio Garcia nas tardes de sábado da Record.

Com o fim do programa de namoro, Celso passou apresentar o “Curtindo Com As Crianças”. A atração nada mais era que uma espécie de “competição” entre bebês, um mais fofo que o outro, mas que ofuscava o apresentador.

O programa amargurou índices ainda piores, ficando dois meses no ar apenas. Celso foi pego de surpresa com o fim da atração, uma vez que ele estava de férias quando ficou sabendo. No lugar o SBT passou a exibir o programa de luta “WWE”.

 

3) Programa Cor de Rosa

Foto: Divulgação

Em 2004 Silvio Santos sonhava em ter um programa nos moldes do “Vídeo Show”. Contudo vários pilotos foram gravados, até que Décio Petinini foi escolhido para apresentar a nova atração, ao lado de uma apresentadora ainda a definir.

Em agosto daquele o “Programa Cor de Rosa” foi ar de modo repentino, surpreendendo a produção do SBT. A estreia do programa foi uma ordem do Silvio, tendo o mesmo sido gravado poucas horas antes de ir ao ar. Somente no dia de seu lançamento, que a direção ficou sabendo que Silvia Abravanel comandaria a atração ao lado de Décio.

O programa de entretenimento não conquistou o público do SBT, amargurando baixa audiência. Depois de três meses, Silvio decidiu colocar um ponto final na atração. O cancelamento aconteceu minutos antes de sua última edição ir ao ar, pegando a todos de surpresa.

 

2) Você é o Jurado

Foto: Divulgação

Uma das apostas do próprio Silvio em 2007, o programa foi apresentado por Supla. “Você é o Jurado” tinha a premissa de um show de calouros, mas com a interação do público. Os telespectadores que julgavam os talentos que passavam pela atração.

O programa, no entanto, não obteve o sucesso esperado, e assim amargurando o quarto lugar na audiência. Inconformado com o resultado obtido, Silvio Santos não pensou duas vezes em cancelar sua aposta, após uma única exibição.

 

1) Telefone & Ganhe

Foto: Divulgação

Apesar de ser a queridinha de Silvio Santos, Hellen Ganzarolli nunca teve um histórico de sucesso como apresentadora dentro do SBT. Em 2010 o homem do baú decidiu dar um voto de confiança em sua pupila, dando-lhe um programa só seu.

Em dezembro daquele ano estreava nas madrugadas da emissora o “Telefone & Ganhe”, um game show com a participação dos telespectadores. A atração amargurou o terceiro lugar na audiência, chegando a perder para o “Fala Que Eu Te Escuto”, da Record.

No dia seguinte após sua estreia, Ganzarolli recebeu uma ligação do SBT, sendo avisada que seu programa havia saído do ar.

 

 

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja agora!